Make your own free website on Tripod.com


Com tanta banda de pagode surgindo no cenário musical pernambucano, as rádios repletas de novas composições, fica cada vez mais difícil para o público diferenciar que grupo está cantando o quê. Para fugir das mesmices que vêm dominando este ritmo, um grupo de onze garotos, teve a idéia de criar um samba diferente e, há pouco mais de um amo, comanda o Ourisamba.

Como todo início de carreira, os garotos tiveram que ralar bastante até conseguir entrar no cenário artístico. Tocando um estilo de pagode nada estilizado, com apenas três meses de formação, mal saíram do estúdio, Ubenne, Jorge Santos, China, Odivan, Lula, Oswaldo, Hilário, Pedro Paulo, Diogo (Dançarino), Júnior (Dançarino) e o mascote, Petreson Eloy, já estavam em cima dos palcos, cantando desde o samba de raiz até músicas românticas.

E foi com a mesma disposição que tiveram para formar o grupo que eles, em tão pouco tempo, já lançaram o primeiro CD do Ourisamba, intítulado Os Tarados do Pagode. A maioria dos pagodes que está no repertório são composições próprias, que já estão estourando nas rádios recifenses. Entre as músicas que mais consagra o trabalho dos "pagodeiros" estão a Dancinha do Tarado, que é o carro-chefe do CD, já tocando até nas emissoras de João Pessoa, e Tig-Dê.

Reportagem da Folha de Pernambuco


Voltar para página inicial
Voltar para página inicial